Subscribe:

Ads 468x60px

terça-feira, 26 de outubro de 2010

ANDAR NA MODA

Tenho visto e ouvido que a geração atual, na faixa dos 14 aos 30 anos tem uma preocupação excessiva com a moda, por isso resolvi postar esse pequeno texto em meu blog.
Primeiramente queria dizer que na minha opinião, a moda está muito relacionada a juventude. Não digo que uma pessoa mais madura não possa andar na moda, mas dificilmente alguém "normal" que tenha mais de 40, vai ditar parâmetros e tendências a serem seguidos. Isso vai acontecer se for jovem, bonito(a) e ou famoso(a).
Lembrando que não falo da moda das passarelas, falo da moda popular, a que está ao nosso alcance.
Se você é jovem, está no auge do vigor físico, pele lisinha, rosto sem rugas, a maioria das coisas que você vestir vai ficar legal, daí você mesmo pode fazer a sua moda. É porque a juventude carrega uma energia em si que transcende qualquer roupa ou acessório.


"Andar na moda" é uma coisa que para os jovens é, na maioria das vezes, condição para ser aceito num determinado grupo, enquanto que para os adultos, é uma escolha pessoal, consequência de uma realização pessoal, financeira, profissional, etc.
Os jovens se preocupam mais com o exterior do que com o interior, salvo excessões. Vale mais estar com um tênis _______ (coloque aqui a marca que você quiser) do que com dinheiro no bolso. Vale mais estar com uma roupa da ________ (idem para a marca), mesmo andando de ônibus, do que andar de carro e vestir, sei lá, jeans e camiseta. O cara, ou a menina, ganha R$ 600,00 e faz uma prestação de R$ 300,00 em roupas e tênis de marca. Aí chega o final de semana sai com R$ 10,00 no bolso, mas super bem vestido.
Aliás, por falar em jeans e camiseta, na moda tem coisas que são super tradicionais e vão voltar a cada estação: jeans, camiseta, tênis all star, jaquetas, roupas xadrez, etc. Tem coisas que são passageiras, que a gente vai ver as fotos daqui a vinte anos e vai morrer de rir, por exemplo: cabelo tipo moicano.
Acho particularmente essa geração mais ousada em relação à moda, e isso é muito bom. Os cabelos e as cores denotam isso.
Deixo uma última mensagem: Preocupe-se mais com sua aparência interior do que exterior. Por exemplo: Não adianta encharcar os lábios de batom se não tiver escovado os dentes. Não adianta estar vestido das últimas tendências se não estiver bem espiritualmente, cuidando da saúde, de bem com seus pais. Enfim, a moda foi criada para você, e não você para a moda. Vista-se bem, seja elegante, mas seja também educado(a), gentil, bem humorado(a), seja você de que tribo for.
Aos meninos, um versículo: Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque o rejeitei; porque o SENHOR não vê como vê o homem. O homem vê o exterior, porém o SENHOR, o coração. I Samuel 16:7
Às meninas, outro versículo: Não seja o adorno da mulher o que é exterior, como frisado de cabelos, adereços de ouro, aparato de vestuário; seja, porém, o homem interior do coração, unido ao incorruptível trajo de um espírito manso e tranqüilo, que é de grande valor diante de Deus. I Pedro 3:3-4
Ah, as fotos postadas aqui não representam meu estilo ou gosto pessoal. É apenas uma maneira de fazer com que você leia o texto até o final, rsrsrs.
Um abraço a todos.

8 comentários:

juliana disse...

É verdade, eu já racho de ri de algumas fotos de quando eu tinha uns 16 anos, rs. Realmente muita gente vive em função da moda, pricipalmente minhas colegas mulheres (apesar de que os homens têm ficado muito vaidosos também...)É bom cuidar da aparência, mas não fazer disso o mais importante na vida. Temos coisas melhores para priorizar como família, saúde, conhecimento, nisso eu concordo! Mais uma vez, nota dez pelo tema amigo!!!

@JulioDelta disse...

Tri legal o post heim ;)

parabéns

@JulioDelta

Karen disse...

Parabééns!
gostei é isso ai
bjs @karensoaress

Glaydston disse...

Muito legal e interessante.
Parabéns.
Beijos

@Glaydston

Mari Siqueira disse...

Realmente a moda é uma coisa interessante. As vezes apesar de incrivelmente ridícula, arrasta multidões e as faz seguir um estilo que muitas vezes nem é o delas. :)

@MariSiqueira182
http://o-amor-em-poesia.blogspot.com

Márcio (Pedro Leopoldo) disse...

Muito interessante ver o "desespero" das pessoas para se enquadrar na moda, mas acho que o apóstolo Paulo definiu muito bem o que é estar na moda: "...uma vez que vos despistes do velho homem com os seus feitos e vos revestistes do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou. Revesti-vos, pois como, como eleitos de Deus, santos e amados" (Col. 3:9,10,12). Andar na moda nunca determinou e nem nunca determinará nossa intimidade ou prosperidade (não estou incetivando ninguém a andar de qualquer jeito, pelo contrário!). Mas se temos que vestir algo novo que seja então de um coração e de um espírito novo! Um abraço a todos.

Edvaldo Barbosa disse...

Legal, gostei de ver os comentários.É sempre bom saber que as pessoas lêem o que a gente escreve, nos motiva a escrever mais.

Edvaldo Barbosa disse...

Creio que é dada a (ou à??) moda uma importância maior do que lhe é devida. Concordo com a Juliana quando ela diz que "Temos coisas melhores para priorizar como família, saúde, conhecimento". É isso mesmo! E o versículo que o Márcio citou fecha o raciocínio. É interessante como um assunto atual pode ser vinculado aos princípios bíblicos.

Postar um comentário